Youtube - Experience Viagens

Escolha o estado:

O Brasil tem as mais variadas paisagens e centenas de lugares para a prática de qualquer atividade. Escolha a região no mapa. Você vai se surpreender com as possibilidades de cada destino.

Perfil de Viagens:

O que você procura? Aventura? Romance? Diversão? Escolha seu perfil e veja as experiências que mais combinam com você.


Aventura Diversão Ecoturismo
Aventura Diversão Ecoturismo
Espiritual Família Gourmet
Espiritual Família Gourmet
Romance
Romance

Enquete

Porque fazer uma viagem de experiência?

Marca Brasil

Dicas do Rio de Janeiro - Capital

Praia de Copacabana: é a praia mais famosa do Brasil no exterior. Em seus 3 km de extensão estão distribuídos quiosques modernos, calçadões com ondas em preto e branco, ciclovias, quadras de futebol, vôlei e futevôlei. O público que freqüenta a praia é bastante variado, reunindo pessoas de diversas partes do globo. Copacabana é palco de grandes comemorações do Rio. A maior delas é o Réveillon, quando a praia fica repleta de turistas à espera do show de fogos de artifício. Entre os atrativos do calçadão de Copacabana está à famosa estátua do poeta Carlos Drumond de Andrade.

 

Praia de Ipanema: localizada entre o Arpoador e o Leblon é considerada uma das praias mais badaladas e bem freqüentadas do Rio. A praia oferece aos visitantes uma boa infra-estrutura que conta com quiosques, calçadão e ciclovia. Próximo a Rua Farme de Amoedo fica o descolado point de paquera da galera GLS.

 

Leblon: continuação de Ipanema, a praia abriga calçadão, quadras de esporte e excelentes quiosques. Inclusive um dos principais atrativos da praia é o Baixo Bebê, um quiosque com fraldário e playground para atender os pequenos. Além da praia, o bairro do Leblon abriga ótimas opções de gastronomia e livraria.

 

Barra da Tijuca: é a maior praia da cidade. Ao longo de seus 15 km de extensão concentram-se quiosques, chuveiros e banheiros. Possui um movimento intenso e destaca-se como um dos points favoritos dos adeptos do surf, do kitesurf e do windsurf.

 

Estátua do Cristo Redentor: a estátua do Cristo Redentor inaugurada em 1931 é o mais conhecido símbolo turístico do Brasil. A estátua em pedra-sabão fica em cima do morro do corcovado, que descortina uma vista deslumbrante da cidade maravilhosa. O acesso ao monumento pode ser feito de carro ou de trem. De trem o percurso dura aproximadamente 20 minutos em meio a uma paisagem natural de tirar o fôlego. A estátua foi eleita em 2007, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

 

Maracanã: inaugurado na copa de 1950 o estádio foi palco de grandes jogadas do futebol brasileiro e mundial, como o milésimo gol de Pelé e também shows como os de Paul McCartney, Rolling Stones e Madonna. Atualmente o Maracanã representa para o Brasil não só um monumento esportivo, mas também cultural e turístico. Para os amantes do futebol é possível fazer uma visita guiada pelo estádio, que inclui o Hall da Fama – onde estão as marcas dos pés dos jogadores – e o Museu do Futebol – onde estão guardadas fotos e lembranças de grandes partidas que marcaram a história do futebol mundial.

 

Pão de Açúcar: o passeio de bondinho até o Pão de Açúcar dura três minutos. No primeiro trecho do percurso chega-se ao Morro da Urca; no segundo ao famoso Pão de Açúcar, a 400 metros de altitude, de onde é possível observar boa parte da cidade maravilhosa.

 

Igreja Nossa Senhora da Candelária: a igreja localizada no centro do Rio foi construída em 1630 e passou por diversas modificações arquitetônicas ao longo de sua historia. Considerada a mais antiga da cidade apresenta estilo neoclássico. Em seu interior estão guardadas pinturas de Oscar Pereira da Silva e João Zeferino da Costa.

 

Mosteiro de São Bento: O prédio construído no século XVII possui estilo predominantemente barroco. O público costuma lotar o mosteiro nas manhãs de domingo para assistir a missa com cânticos gregorianos cantados por monges.

 

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro: o prédio em estilo modernista, inaugurado em 1958 é um projeto arquitetônico de Affonso Eduardo Reidy. O museu além de sediar exposições temporárias, abriga um rico acervo com obras de artistas como Portinari, Di Cavalcanti, Helio Oiticica e Tarsila do Amaral. O lugar tem também biblioteca, restaurante e livraria.

 

Jardim Botânico: o parque significa para o carioca um refúgio de paz e tranqüilidade. Em meio a orquídeas, bromélias e pássaros, o visitante faz trilhas, observa os lagos e admira espécies raras da vegetação brasileira, como o pau-brasil. O local representou umas das fontes de inspiração do compositor Tom Jobim.

 

Museu de Arte Contemporânea (MAC): o prédio em formato de taça que parece avançar sobre o mar foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemayer. Lá estão guardadas obras de artistas como Lygia Clark e Daniel Senise. Das janelas do prédio o visitante tem a oportunidade de observar a maravilhosa Baía de Guanabara.

 

Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro: graças a sua beleza majestosa a igreja ganhou bastante notoriedade no período da monarquia no Brasil. Vários membros da família real foram batizados na igreja, inclusive D. Pedro II que um dia se tornaria imperador do Brasil. A igreja apesar da importância possui uma arquitetura leve e simples. Em seu interior estão preservadas três magníficas imagens de Nossa Senhora da Glória.

 

Theatro Municipal: inspirado na Ópera de Paris é considerado um dos mais luxuosos teatros do país. No interior estão expostas esculturas de Henrique Bernadelli e pinturas de Rodolfo de Amoedo. O teatro abriga no subsolo o restaurante Assirius, com decoração tipicamente Assíria.

 

Lagoa Rodrigo de Freitas: é mais um famoso cartão-postal do Rio de Janeiro. A sua volta localizam-se parques, quadras de esporte, calçadão para caminhadas e quiosques agradáveis que oferecem comidas de várias nacionalidades, inclusive japonesa. Os passeios de pedalinho aos domingos proporcionam uma contemplação total da lagoa.

 

Copacabana Palace: fundado em 1923 o hotel possui estilo neoclássico inspirado no Negresco de Nice. O hotel é famoso internacional e já recebeu grandes astros e estrelas de Hollywood. No Carnaval o salão principal vira palco do Baile Mágico, uma festa a fantasia, com muito luxo e requinte.

 

Palácio de São Cristóvão: situada na Quinta da Boa Vista, a algumas centenas de metros do estádio do Maracanã, com vista para o morro da mangueira, foi residência oficial de D. João VI. Ali o rei do Brasil e de Portugal recebeu seus súditos, ministros, diplomatas e visitantes estrangeiros durante mais de uma década. É hoje um prédio descuidado e sem memória que abriga o Museu Nacional.