Youtube - Experience Viagens

Escolha o estado:

O Brasil tem as mais variadas paisagens e centenas de lugares para a prática de qualquer atividade. Escolha a região no mapa. Você vai se surpreender com as possibilidades de cada destino.

Perfil de Viagens:

O que você procura? Aventura? Romance? Diversão? Escolha seu perfil e veja as experiências que mais combinam com você.


Aventura Diversão Ecoturismo
Aventura Diversão Ecoturismo
Espiritual Família Gourmet
Espiritual Família Gourmet
Romance
Romance

Enquete

Porque fazer uma viagem de experiência?

Marca Brasil

Alcântara
Alcântara

Fica do outro lado da baía de São Marcos, bem em frente à capital São Luís. Foi morada dos índios Tupinambás quando os franceses chegaram ao Maranhão. Virou sede da aristocracia rural, numa época em que floresciam os engenhos de açúcar e o cultivo de arroz e algodão. A grandeza do passado ficou no valioso conjunto arquitetônico com mais de 300 prédios e ruínas espalhadas por três praças, oito travessas e dez ruas.

 

Conhecida como “a cidade que parou no tempo”, Alcântara guarda um conjunto de mais de 300 construções coloniais – muitas em ruínas, como a Matriz de São Matias, cartão-postal da cidadezinha. Sobrados, igrejas e palácios são heranças do período de ouro da vila, que no século XVIII, teve seu apogeu com as lavouras de cana-de-açucar e de algodão. Algumas antigas residências que pertenceram aos barões, ainda exibem marcas de ostentação - sacadas de ferro, mirantes e azulejos trazidos de Portugal.

 

A melhor maneira de chegar à cidade é pelo mar. A partir de São Luís, a viagem dura pouco mais de uma hora. Do porto, todos os caminhos levam à Ladeira do Jacaré, calçada em pedras coloniais. Uma vez na parte alta de Alcântara, o primeiro contato é com a Praça Matriz, síntese do apogeu e do declínio da região. Os arredores do largo abrigam ainda a suntuosa igreja do Carmo, com altar em estilo barroco. Alcântara preservou também as ricas manifestações culturais maranhenses. As celebrações agitam os meses de maio e agosto, quando acontecem as Festas do Divino e do Tambor-de-Crioula, embalando turistas e nativos por becos, ruas e vielas.

 

Dicas de Alcântara

 
Créditos: Fotos cedidas pelo Ministério do Turismo